quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Resenha: A Ilha dos Dissidentes


Yoo o// Tudo bem com vocês, minna? >.<

Mais uma resenha para vocês :D Estou empolgada em fazer resenhas de coisas que li ou vi por aí, então preparam-se para o que ainda está por vir ;)

Hoje falarei de um livro nacional, chamado A Ilha dos dissidentes, que faz parte da  trilogia Anômalos (como vocês já perceberam pelo título kk)


Esse livro é uma distopia, em que o mundo foi dividido em duas grandes nações: O Império do Sol e a União, que travam uma assídua guerra entre si. Por conta de energia nuclear usada e dos raios solares, as pessoas começaram a apresentar mutações, e, com isso, a sociedade passou a ser dividida nos anômalos e nos humanos "normais". Por causa dessa divisão, existem "Cidades Especiais" que abrigam aquelas com habilidades fora do comum.

E assim acompanhamos a história de Sybil, uma moradora da zona de guerra de Kali, que tem a oportunidade de buscar uma vida um pouco menos pior ao ser sorteada para trabalhar em uma área  pacífica. Porém, com o naufrágio do navio em que estava (aka Titanic III) e com a descoberta de fazer parte do grupo de anômalos, sua vida começa a mudar.


Só pela sinopse você já deve imaginar: "Ah, esse livro provavelmente é igual a todas essas outras distopias famosas que têm feito sucesso atualmente". Posso dizer que é quase isso. Sim, é bem parecido com outros enredos já conhecidos, como, por exemplo, Jogos Vorazes, mas não acho que isso seja desculpa para não ler esse livro.

Os assuntos tratados e inseridos na história e a forma como são discutidos fazem dele no mínimo interessante. Eu senti que não é apenas um livro que fala de uma sociedade futurista, com lutas de governo e tudo mais (o que já é extremamente bom por si só), mas também nos faz refletir sobre a desigualdade social, e o modo como as pessoas são tratadas. A autora nos mostra por meio da ficção que apesar de todas as diferenças, todos somos pessoas, e merecemos ter os mesmos direitos e condições, e, acima de tudo, poder fazer as mesmas escolhas.


Achei extremamente genial o modo como ela utiliza de todo esse enredo para passar uma mensagem e fazer um questionamento sobre uma questão presente na nossa realidade atual. O leitor vai descobrindo com a personagem principal os males do mundo, as injustiças, e como tudo é muito mais do que parece. Eu fiquei simplesmente indignada com vários acontecimentos que foram contados, e que inclusive quase me fizeram chorar de raiva, assim como a protagonista.

Falando nela, adorei a construção dos personagens, simplesmente incrível. Ela é uma garota de 16 anos que, apesar de fazer parte de uma ficção é muito real, como se eu pudesse debater com ela sobre todos esses assuntos na rua mesmo, sabe? 


Além dos outros personagens também serem muito bem trabalhados, nós podemos ter uma visão bem clara de como cada um é conforme vamos conhecendo-os, e achei isso muito bom. 

Destaque para a Naoki, amiga da Sybil, que tem um papel importantíssimo na história, representando a ignorância de certas pessoas quanto a tudo o que ocorre a sua volta, um verdadeiro tapa de realidade por meio de uma personagem. Genial.


Bom, agora uma parte não tão boa do livro. Tanto no primeiro quanto no segundo livro eu tive dificuldade em entender certas partes. Eu ficava várias vezes lendo a mesma coisa sem sacar muito bem. Não que ela não escreva bem, mas tiveram certos trechos bem confusos, que acho que uma pequena revisão melhoraria.

Falando em revisão, também encontrei errinhos na história (principalmente no segundo livro) de escrita mesmo, alguns devo dizer bem bobinhos (tanto que eu pude perceber), então mais uma vez ressalto uma melhor revisão ^-^ Talvez isso nem seja tanto "culpa" da Bárbara, mas sim da editora responsável pela publicação. Apenas uma dica de uma leitora ;)

Obs-> Eu percebi que nesse post eu acabei falando um pouco (bastante) sobre o segundo livro u.u Mas acho que deu para entender.


Estou quase terminando o segundo livro (A Ameaça Invisível) e preciso dizer que já estou ansiosa pelo próximo *-* Recomendo muito a leitura, como vocês puderam perceber >.<

Alguém já leu? Tem livros para me indicar? Espero que tenham gostado do post :) Me digam que tipo de indicações vocês querem ver por aqui o//

Jane *-*


2 comentários:

  1. nunca li, mas parece muito bom <3
    lunasouza.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim *o* Eu gostei bastante, principalmente do segundo livro *u* Obrigada por comentar ><

      Excluir